Quase sempre, a mudança de endereço é acompanhada de uma boa dose de esperança. Nem que seja para mudar de cenário. Assim, apresentam-se abaixo algumas sugestões de como fazer a sua mudança sem comprometer suas expectativas e bem-estar.

A mudança de casa compreende, geralmente, em 3 fases as quais são: preparação do imóvel para onde se vai morar; providência para o transporte dos bens; e entrega do imóvel o qual se deixa para trás.

Preparação do imóvel para onde se vai morar

Providencie os reparos e adaptações necessários no novo endereço em que vai fixar sua residência. Verifique a fiação, tomadas, interruptores, chuveiro e toda a parte elétrica. Depois, siga para a inspeção de torneiras, válvula de descarga do vaso sanitário e das demais partes hidráulicas do imóvel. Na continuação, constate se existem infiltrações de umidade por meio de água da chuva. As outras verificações dependerão das peculiaridades de cada habitação. Para fazer tudo isso, aconselho a contratação de profissional experiente que esteja familiarizado com esses detalhes. Agindo assim, você tende a afastar inúmeros dissabores, que só quem faz mudança é capaz de sentir, verdadeiramente, na pele. Procure saber do síndico, vizinhos e pessoas próximas, que podem facilitar muitas coisas pra você como também, numa perspectiva oposta, podem amarelar sua vida. Veja quem é quem no novo endereço. Essa classificação lhe valerá ouro. Procure conhecer, também, os pontos de comércio de que você dependerá quase que diariamente. Onde fica a padaria, a mercearia, o supermercado mais próximo, ou quem sabe, a academia, o colégio onde seus filhos irão estudar etc.

O transporte dos bens

Aqui, também, todo cuidado é pouco. Muna-se de muita paciência, planejamento e determinação. Assim você organizará o transporte de seus bens nas seguintes etapas: contratação do transportador; desmontagem e montagem de móveis e acondicionamento de objetos.

Existem transportadores e “transportadores”. O bom-senso lhe indicará o melhor e não confie muito na lei da vantagem tendo em vista somente o preço.

Acondicione com relativa antecedência vidros, equipamentos eletrônicos, louças e outros bens frágeis. Obras de arte e objetos de elevada estima, se possível, devem ser levados em seu próprio carro para evitar eventuais danos.

Consiga, antes de qualquer coisa, muitas caixas de papelão, papéis de embrulho, barbantes, fitas adesivas etc. Você, certamente, precisará dessas coisas.

A entrega do imóvel

Procure a lista da vistoria técnica que lhe deram quando você passou a ocupar o imóvel que vai deixar. Confira os itens nela relacionados para ver se tudo está em ordem. Não esqueça de que a pintura é a parte que mais aparece e, geralmente, deve ser refeita. Esses detalhes devem ser providenciados antes de iniciar a organizar a sua mudança propriamente dita, exceto a pintura a qual só deverá ser feita depois da desocupação e limpeza do respectivo imóvel.

Autor: M. Gafanhoto